Olá,

Em 2001, Nova York era a meca dos brasileiros – não que isto tenha mudado muito – mas na época, a cidade era o destino certo de artistas, modelos, profissionais liberais que acreditavam no discurso da “terra das oportunidades e das liberdades individuais”. Seria injusto dizer que eram só brasileiros, o mundo inteiro, inclusive os próprios americanos idolatravam a Big Apple. Até que dois aviões se chocaram na Torres Gêmeas e o que era sonho se transformou rapidamente em pesadelo. Era uma manhã de 11 de setembro, há 11 anos.

Muitos famosos escaparam da morte como Michael Jackson – que tinha uma reunião no WTC no dia dos atentados – ou o nadador medalhista Ian Thorpe que ia visitar o deck das torres e se atrasou porque percebeu que tinha esquecido sua câmera e voltou pra pegá-la.

Existe casos que a fatalidade e o destino ou, se preferir, o acaso interferiram. Foi o que aconteceu com a atriz Gwyneth Paltrow que ao ser tietada por um desconhecido ao terminar sua prática de ioga perto do Rio Hudson, acabou fazendo ele se atrasar para o trabalho que era exatamente nos prédios que sofreram o atentado.

Não podemos esquecer das modelos brasileiras, que eram as nossas famosas na cidade e estavam todas se preparando para trabalhar muito na Semana de Moda de Nova York que tinha começado um dia antes. Gisele Bündchen contou para a Folha de São Paulo na época: “Acordei com as sirenes. Por coincidência, precisava acordar àquela hora, tinha uma reunião”. Na janela de seu apartamento, ela viu o segundo avião atingir a Torre Sul.

O clima era de terror e muita gente, assim como a modelo, desceu de seus prédios e começaram a andar para a parte norte da ilha.  O diretor de teatro Gerald Thomas foi o que tomou o rumo contrário e foi tentar ajudar as vítimas do WTC. No dia seguinte, ele relata que chorou nos escombros.

Talvez Thomas estivesse chorando – inconscientemente – por uma sociedade menos vigiada e mais livre que se foi com as torres. As imagens cinematográficas do atentado percorreram o planeta e o mundo nunca mais seria o mesmo.

Alguns famosos estavam em New York

michael-jackson-devia-estar-no-wtc-no-ataque-do-11set

Muito triste!!!

Fonte: Virgula