Olá,

Há cinco anos, o cirurgião plástico Luis Pavajeau escutou um pedido incomum em seu consultório em Bogotá: “Doutor, quero um transplante de pelos na virilha”.

Desde então, foram cerca de 25 cirurgias, informa a revista eletrônica colombiana “Kien & Ke”.

As pacientes foram todas mulheres, entre 40 e 70 anos –a maioria europeia, em especial espanhola. Em geral, elas procuraram Pavajeau porque perderam os pelos com o avançar da idade ou fizeram depilação definitiva e se arrependeram.

O transplante lembra o procedimento de combate à calvície. Segundo Pavajeau, extrai-se um uma porção de cinco centímetros de comprimento por um centímetro de largura de pelos da região do colo, que depois serão implantados na região pubiana, respeitando-se o sentido em que crescem.

A cirurgia se realiza com anestesia local e demora, no máximo, uma hora e meia. A paciente não deve tirar a “casquinha” que se forma e em 15 dias poderá retomar sua vida sexual, diz o médico. Os resultados aparecem em três meses, quando então as pacientes podem passar a aparar os pelos.

Está é uma cirurgia que eu nunca faria, pois amo depilação… Rs

Fonte: Folha