Olá,

Um caso inusitado deixou em alerta os funcionários da Maternidade Tsylla Balbino, na Baixa de Quintas, Bahia, na manhã deste domingo, 8. Três mulheres, de nomes não revelados, conseguiram sair da unidade com os filhos recém-nascidos, dentro de sacolas, sem que fossem interceptadas por enfermeiros, funcionários ou seguranças da maternidade.

As crianças estavam em incubadoras da Tsylla Balbino

Acionada após o alarme da fuga, uma viatura da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar fez uma ronda na região e conseguiu localizar duas mães, que foram orientadas a retornar à maternidade.

A terceira mulher voltou por conta própria, após ser alertada por parentes dos riscos que poderia causar ao recém-nascido com a retirada dele da incubadora. Duas das mulheres moram no bairro.

A assessoria de comunicação da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) confirmou a versão, mas não deu mais detalhes de como o caso ocorreu. De acordo com funcionários, os três bebês nasceram prematuros e estavam em incubadoras há uma semana, sendo amamentados diariamente pelas mães.

Segundo o coordenador de comunicação do hospital, Elder Damasceno, as mães, quando questionadas, disseram que estavam muito cansadas de ter de passar horas na maternidade e resolveram, juntas, fugir com as crianças.

O caso foi registrado na 2ª DT (Lapinha), mas a recomendação do próprio hospital foi que elas permanecessem na maternidade ao lado das crianças. Não está descartada a possibilidade de elas responderem criminalmente, já que colocaram em risco a vida dos bebês.

Totalmente irresponsável e sem noção estas mães.

Fonte: UOL