Olá,

Timothy Yost, de 46 anos, era um sem teto dos EUA, até que, de repente, a sorte resolveu lhe sorrir, ou melhor, molhar. Ele estava caminhando às margens do Rio Colorado, no Texas, em janeiro deste ano, quando um saco veio boiando em sua direção. Primeiro ele o chutou, depois o abriu e encontrou 70 notas de 100 dólares e 40 Krugerrands – moedas de uma coleção sul africana.

Sem teto encontrou 77 mil dólares no rio (Reprodução)

Ao ver o dinheiro, o homem não pensou duas vezes: foi até o banco trocar as notas molhadas por secas. No entanto, o funcionário da instituição suspeitou da história e decidiu chamar a polícia. Timothy tentou explicar o que aconteceu, levou os policiais ao local onde encontrou o saco, mas o dinheiro foi apreendido com a promessa (e um recibo de devolução) de que se não houvesse dono, o dinheiro seria dele.

O tesouro perdido no rio foi avaliado em US$ 77 mil (algo em trono de 155 mil reais) e passou três meses trancado em uma sala da polícia, aguardando por seu legítimo proprietário. Timothy decidiu abrir um processo para reaver o dinheiro achado. A Câmara Municipal de Bastrop, então, decidiu por unanimidade dos votos devolver o dinheiro ao sem teto.

Depois do novo golpe de sorte (já que ninguém reclamou a bufunfa), Timothy agora encontra um novo problema: durante o processo foi preso sob acusações de embriaguez pública e invasão criminosa. Ou seja, vai ter que esperar ser solto para colocar as mãos na grana, ou, quem sabe, usá-la para pagar sua fiança…

A sorte vem e vai na vida deste homem, mas ele não sabe aproveitar… Rs

Fonte: Virgula