Olá,

O produtor Mark Ronson, um dos responsáveis pelo sucesso do álbum Back To Black de Amy Winehouse, revelou que o sucesso de Adele fez muito mal para a cantora de Rehab. Amy morreu em julho do ano passado após meses de brigas contra o abuso de drogas e álcool.

Adele e Amy Winehouse (Montagem: Divulgação/Divulgação

Em entrevista ao jornal The Village Voice, Ronson revelou que a excelente recepção conquistada por 21, de Adele, deixou Amy preocupada com o futuro da carreira dela.

“Eu e Amy passamos um tempo juntos e conversamos sobre trabalhar novamente [em um novo álbum]. Mas o pouco tempo que tivemos foi tenso”, revelou Ronson. “Ela estava em um péssimo estado, sabe Deus porquê”.

De acordo com o produtor, Amy era fã de Adele, mas se sentiu ameaçada pelo sucesso da loira. “Eu acho que todo o lance com Adele deixou Amy louca. Ela gostava [da música de Adele], mas o sucesso de Adele a deixou triste, competitiva, inquieta”.

Segundo Ronson, ele e Amy não se falaram por algum tempo, e a cantora morreu antes que os dois pudessem se reencontrar para conversar sobre o novo álbum.

“Nós perdemos contato brevemente”, relembra. “E antes que eu e ela pudéssemos dar início ao processo de produção do novo álbum, era tarde demais”.

Lioness: Hidden Treasures, uma coletânea póstuma de demos e faixas inéditas gravadas por Amy, foi lançada em dezembro do ano passado.

Eu começo a achar que em breve  o Mark Ronson irá escrever um livro…

Bom, o que seria do mundo se todos gostassem das mesmas cores, comidas, cantores, locais, roupas, carros e assim por diante? Muito chato, não? Então, existem fãs para as  duas…

Fonte: Virgula