Olá,

Bares e restaurantes de Campinas (93 km de SP) estão adotando estratégias para esfriar o clima entre namorados e evitar beijos no estabelecimento. A prática, no entanto, foi motivo de abertura de boletim de ocorrência e pode acabar em processo judicial.

No Empório do Nono, os garçons entregam um cartãozinho ao casal dizendo que o bar ficou feliz em “proporcionar o clima ideal” e pede que o casal “ajude empolgando-se com moderação para que os clientes mais conservadores não fiquem constrangidos”.

O dono do local, Júnior Pattaro, 43, diz que teve a ideia há cerca de seis anos, em uma festa junina. O ator Alexandre Caetano, 40, porém, viu seus direitos serem feridos. “Nós nos beijamos e pedimos um chope. Não foi nada escandaloso, foi um beijo tranquilo. A princípio, [o bilhete] parece ser algo bacana. Mas, na hora que abre, é muito constrangedor”, diz.

O estabelecimento já diz Bar e Restaurante, locais onde se conversa, bebe e come comida, para outras finalidades as pessoas devem buscar os motéis, drive-in, hotéis ou a própria casa, certo? Cada qual no seu quadrado!

E assim o mundo viverá mais feliz até que um casal homossexual se beije em um destes locais proibidos… Ai, senta!!! Que lá vem confusão…

Fonte: Folha