Olá,

O antigo guarda-costas inglês de Michael Jackson lançou uma ação legal para provar que é o pai biológico do filho mais novo do falecido cantor. Mattew Fiddes é mestre de artes marciais e trabalhou para o cantor de Thriller quando este esteve no Reino Unido. Agora, ele está se dirigindo à América para apresentar documentos ao tribunal e exigir o direito de ver Blanket, 10 anos, cujo nome de nascimento é Prince Michael Jackson II.

O segurança alega que ofereceu a Jackson – que tinha já duas crianças, Prince Michael, 15, e Paris, 14, – uma doação de esperma em um hotel de Londres, um ano antes do nascimento de Blanket, em 2002. “Vou apresentar meu DNA e pedir formalmente à família o acesso a ele. Quero os direitos de visita. Michael é seu pai e eu não quero mudar isso, mas eu quero a criança em minha vida. A única maneira de isso acontecer é através de uma ação judicial. Acho que Blanket é meu, mas eu quero a prova final”, disse Matt Fiddes.

O britânico – que prometeu fornecer às autoridades uma amostra de seu DNA, para eles poderem confirmar suas alegações de que é o pai biológico verdadeiro do mais jovem dos três filhos – afirma ainda que a família Jackson se recusou a falar com ele ou responder às suas cartas desde a morte do astro do pop, em 2009. Ele tem três outros filhos e diz que Jackson ainda lhe disse que ele era o verdadeiro pai de Blanket, em novembro de 2002.

“Eu fiz a pergunta: Blanket é meu filho?’. Ele disse: ‘ele é meu filho, Matt, mas eu usei seu esperma para produzi-lo'”, contou.

Mas Fiddes afirma que a mãe de Jackson, Katherine, 81, está fazendo de tudo para Blanket acreditar que ele está interessado apenas em dinheiro.

Não seria mais fácil a família Jackson terminar com esta novela desde 2009 e realizar o DNA em todas as crianças e assim colocaria o ponto final em tudo isto?

A toda hora aparece um pai ou uma mãe diferente destas crianças e este segurança existe nesta história há três anos.

Lyllyan

Fonte: Terra