Olá,

Em época de crise econômica, a vida sexual ganha força. Pelo menos é o que indica nova pesquisa publicada pelo jornal online Mirror. De acordo com o site, mais de um entre três britânicos têm relações sexuais cinco vezes por semana, e dois entre três fazem sexo ao menos uma vez por mês.

O sexo é opção barata e divertida para quando não se pode sair de casa. Foto: Getty Images

É bom saber que algumas coisas boas da vida ainda são de graça”, disse ao jornal Tracey Cox, autora de Sex SOS. Para ela, o sexo melhora entre os casais porque eles procuram um entretenimento barato quando o dinheiro aperta. “Não há nada mais barato e mais divertido do que muito sexo”, falou.

Mas não é só isso. Mais da metade que respondeu à pesquisa afirmou que tem assistido à mais filmes eróticos e quase o mesmo número admitiu que pratica sexo ao ar livre.

E não só os jovens aproveitam esse passatempo prazeroso. Mais de 80% dos entrevistados falaram que não há idade para o desejo sexual e para ter uma vida sexual ativa, e 67% das mulheres afirmaram que são os parceiros quem têm mais apetite sexual.

Ainda segundo a pesquisa, o lugar mais “sexy” da Grã-Bretanha é a região rural de East Anglia, onde 5,8% dos casais fazem sexo todos os dias.

Esta pesquisa faz todo sentido não só no EUA, mas aqui no Brasil também, haja vista as regiões mais pobres do nosso país que é onde o índice de natalidade é enorme.

Fonte: Terra