Olá,

 O jornalista William Bonner, apresentador do Jornal Nacional, provavelmente se confundiu com o espanhol e colocou um acento onde não devia . 

A atriz Giovanna Ewbank cometeu um deslize ao reclamar de uma batida de carro: trocou o “c” pelo “s” na palavra “cínico” e, de quebra, ainda esqueceu o acento. Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas

 
Foi tanta emoção com o sol no Rio de Janeiro que a atriz/modelo/dançarina Nana Gouvea derrapou no português: colocou um acento inexistente no pronome “tu”, trocou letras de posição na palavra “clima”, escreveu “sempre” no plural (advérbios são invariáveis) e inventou um “h” que não existia em “ouves”. Isso para não falar da falta da vírgula separando o vocativo do resto da oração…
 

O apresentador Luciano Huck é uma grande “personalidade” do Twitter, com 4 milhões de seguidores (e subindo). No entanto, em um dos seus tuítes, cometeu dois erros: esqueceu de acentuar a proparoxítona “dívida” e separou sujeito de predicado com vírgula. 

Os “funfanhentos” e “funfanhentas” de Otávio Mesquita (não separados com vírgula do resto da oração) devem ter torcido o nariz quando viram esse acento em “serelepe”. Palavras paroxítonas terminadas em “e” não recebem acento.

O jogador Neymar esqueceu de colocar o verbo “comparecer” no plural, como seria exigido. Você sabe como é feita a concordância com o “que”?

O ator Bruno de Luca cometeu um erro que se torna cada vez mais comum: esquecer a vírgula que separa o vocativo do resto da oração.

O ator Marcelo Serrado deu uma “bronca” no Twitter e se esqueceu do acento em “tem”, que continua existindo mesmo após a reforma ortográfica.

A apresentadora Luciana Gimenez ficou (ainda mais famosa) pelas gafes que comete no português. Desconsiderando a falta completa de acentos -que pode ser considerado “normal”, já que é bastante comum usar o celular para tuitar-, ainda sobra um “infelismente”. Entenda como a palavra é formada (e saiba o motivo de ela ser escrita com “z”).

A Língua Portuguesa não é fácil!

Fonte: UOL