Olá,

Um tribunal francês vai avaliar a 11 de abril uma queixa contra o médico de Michael Jackson, Conrad Murray, interposta por uma centena de fãs do cantor.

Fãs de Michael Jackson junto à Torre Eiffel, após a sua morte

Fãs de Michael Jackson junto à Torre Eiffel, após a sua morte Fotografia © Reuters/Mal Langsdon

Os fãs da “Comunidade Michael Jackson” querem ser recompensados pelos “danos emocionais” provocados pela morte do “Rei da Pop”.

“É como perder um amigo de infância num acidente de trânsito. Como a morte dele nos afeta, temos possibilidade de apresentar queixa e exigir uma indemnização”, afirmou o advogado Emmanuel Ludot, à AFP.

Segundo o advogado, apesar de cada fã poder receber até dez mil euros, estão apenas a pedir um euro simbólico no processo.

Michael Jackson morreu a 25 de junho de 2009 na sua casa em Los Angeles, vítima de uma overdose de propofol, que tomava para combater as insónias. Murray, o seu médico, foi condenado a quatro anos de prisão por homicídio involuntário.

Acho até interessante esta ação, mas vamos ser lógicos…

Este novo processo não terá nenhum sucesso haja vista a situação atual do médico que foi condenado à prisão, perdeu a licença médica, está sem advogado por não ter dinheiro para pagar os honorários e vive à custa do Estado.

Lembrando que, o Estado abriu um processo pedindo mais de US$ 100 milhões como forma de indenização para os filhos…

Sinceramente, este médico nunca conseguirá pagar qualquer quantia para reparar o dano que causou…

Lyllyan

Fonte: DNPT