Olá,

Bruno Medina, tecladista do Los Hermanos, não quer ouvir Ai se Eu te Pego nem mais uma vez. Em uma carta aberta ao cantor sertanejo Michel Teló no blog Instante Posterior, Medina deixou recado para Teló: “não seria mal se você resolvesse passar 2012 viajando pelo mundo”.

Michel Teló e Bruno Medina (Divulgação/Divulgação

Michel Teló e Bruno Medina

No texto publicado nesta quarta-feira (4), Medina relembra a festa de ano novo dele, em que, segundo o próprio, foi marcada pela discussão interminável entre fãs do maior sucesso de Michel, e aqueles que não suportavam ouvir o hit.

“Ao invés de comer uvas ou pular 7 ondinhas, os presentes preferiram se dedicar a calorosas discussões sobre temas como direto de expressão, identidade cultural brasileira e tolerância”, descreveu.

Medina também comparou o alcance mundial de Ai se Eu te Pego ao maior sucesso do quarteto carioca, Anna Júlia. “Eu mais do que ninguém sei o que é estar a frente de uma canção que fugiu do controle”, afirmou.

Segundo ele, o fato de o YouTube não existir em 1999, quando Anna Júlia saiu, evitou a banalização da faixa.

“Certamente poupou nossos detratores da infindável proliferação de clipes da música, protagonizados por bêbados gregos dançando em Ibiza ou por italianos solitários cantando o refrão pegajoso em frente a webcam”, criticou.

O tecladista, que volta à estrada com os Hermanos em abril, também teceu algumas recomendações a Michel. Para Bruno, o sertanejo deve investir no repertório para não virar artista de um sucesso só.

“Provavelmente daqui a dez anos você ainda será amado ou odiado por causa de ‘Ai se te pego‘ (sic)”, escreveu. “Portanto faço votos sinceros de que consiga construir um legado musical consistente o bastante para evitar que todo seu trabalho seja tomado por uma só música”.

Para encerrar, Medina desejou sucesso ao cantor de Fugidinha e Humilde Residência, mas deixou claro que quer ficar distante do fenômeno paranaense. “Nada pessoal, é só uma precaução com o meu cérebro”.

Não satisfeito, o blogueiro ainda fez um último pedido a Teló. “Da próxima vez que gravar uma música, em prol da sanidade mental de milhões de pessoas, por favor, considere não criar dancinhas”.

Muitos artistas se apagam após uma música de muito sucesso, já outros conseguem dar continuidade na carreira…

Mas uma coisa é certa, esta música do Michel é muito pegajosa, gruda no cérebro… Rs!!!

Fonte: Virgula