Olá,

To passada!!!

Uma mulher sueca chamada Lisa Johansen está processando o espólio de Elvis Presley em US$ 130 milhões, afirmando ser sua filha perdida. Ela diz ter sido mandada para a Suécia em 1977 após a morte do cantor e substituída por Lisa Marie Presley, de acordo com informações do Guardian.

Johansen visitou Graceland – a mansão do cantor em Memphis – em agosto deste ano e comunicou a equipe do local que era a filha verdadeira de Elvis Presley. A informação chegou a um advogado do espólio, que avisou a sueca que suas alegações eram falsas e sua conduta ofensiva. O fato levou Johansen a processar o espólio por difamação e danos morais.

Em 1998, Lisa Johansen publicou um livro chamado “I, Lisa Marie: the true story of Elvis Presley’s real daughter” (“Eu, Lisa Marie: a verdadeira história da filha verdadeira de Elvis Presley”, em tradução livre), no qual conta que nasceu em 1968, filha de Elvis e Priscilla, e que foi enviada à Suécia logo após a morte do cantor porque a família temia que ela fosse sequestrada.

A suposta filha de Elvis Presley foi processada em 2000 por editoras norte-americanas e se negou a fazer um teste de DNA. Mas, em recentes arquivos do tribunal, Johansen afirma ter se submetido ao teste em Londres no ano passado, embora os resultados não tenham sido divulgados.

O que isto gente? Gêmeas?! Filha bastarda? Que história mais sinistra é esta?

Para que esconder a filha “verdadeira” se e deixaram uma “falsa” no lugar? O risco de sequestro não seria o mesmo?

E o nosso Michael Jackson casou-se com quem? Rs

Lyllyan

Fonte: GI