Olá,

Como o julgamento cheio de barreiras do Dr. Conrad Murray pela frente, este médico infame não é o único com uma reputação em jogo.

Patti Austin

O caso revelou uma versão que não faz jus a de Michael Jackson, como um homem dependente de medicamentos totalmente arruinado que não conseguia ter pensamentos claros e nem a adormecer à noite.

Mas anos atrás quando dois amigos compareceram para no The Joy Behar Show, Michael Jackson e Patti Austin ganhadora do Grammy, uma diferente energia surgiu.

Patti Austin, conhecia Michael há 30 anos, disse para Joy sobre ele: “Michael era um beija-flor, sempre tinha energia. Ele estava sempre pegando fogo.” Mas o Rei do Pop também tinha um papel de “bobo” em estúdio, lembra Austin no sentido de ter muito bom humor e uma grande mania de pregar peças nos outros.

E, claro, que nenhuma discussão sobre o excêntrico Michael Jackson ficaria de fora sem mencionar o seu animal de estimação, Bubbles o chimpanzé.

O amigo Flo Anthony se lembra de Bubbles “nem sempre Bubbles foi um chimpanzé agradável, mas ele chegou lá.”

Flo Anthony

Embora Bubbles gostasse no começo terrivelmente de McDonalds, mas Michael aprendeu a cuidar de Bubbles adequadamente, e logo o chimpanzé já estava fazendo até moonwalker para a mídia para a turnê que aconteceu no Japão.

Mas em seu todo, a imagem de Michael Jackson era evidentemente de um homem tímido e complexo, com um incrível talento e bagagem.

O que parecia estranho para muitas pessoas o seu comportamento, mas muitas vezes era apenas sua maneira de forjar a felicidade de uma vida sem qualquer aparência de normalidade.

Esta entrevista com a Patti Austin e a Flo Anthony irá no ar no dia de hoje às 22h00 na ET HLN.

Para assistir a entrevista, clique aqui:

Fico feliz que o Michael Jackson ainda tenha amigos que o defende desta palhaçada da mídia…

Lyllyan

Fonte: CNN