Olá,

A defesa do médico Conrad Murray mudou de discurso nesta quarta-feira, 12, durante seu julgamento e abandonou a ideia de tentar provar que Michael Jackson teria provocado a própria morte ao ingerir o anestésico propofol.

1012_conrad_murray_bn

Segundo o site TMZ, o advogado de defesa do médico, Michael Flanagan, disse que um estudo independente foi feito e ficou comprovado que a ingestão de propofol não resultaria em morte.

Durante o primeiro dia de julgamento, Ed Chernoff, outro advogado de defesa do médico, declarou em seu discurso de abertura que eles provariam que Michael Jackson administrou uma dose de propofol sozinho e assim provocou a própria morte.

dr-alon-streinberg-diz-que-medico-de-michael-jackson-fez-tudo-errado

O que será que a defesa do Dr. Conrad Murray irá começar alegar a partir de agora… Que Michael Jackson morreu por causas naturais?!

Lyllyan

Fonte: TMZ e EGO Notícias