Olá,

 O toxicologista do IML de Los Angeles, Daniel Anderson, disse nesta quinta-feira (06/10/11) que havia uma pequena dose de propofol no estômago de Michael Jackson. Ele foi a segunda pessoa a depor no oitavo dia de julgamento de Dr. Conrad Murray, médico do astro pop.

1006_coroner_04

A informação pode ser positiva para a defesa do médico, que alega que o cantor se automedicou até a morte. Dr. Murray aplicava o anestésico por um cateter intravenoso em Michael Jackson.

De acordo com Anderson, propofol foi encontrado em oito amostras retiradas do cantor, entre elas de sangue, de conteúdo estomacal e da urina. Também foram descobertos no corpo de Michael lidocaína, diazepam (Valium), lorazepam (Ativan) e efedrina. Nenhuma droga ilegal foi achada.

defesa-de-murray-contesta-pericia-na-casa-de-michael-jackson

Com está quantidade de medicamentos, e ele não conseguia dormir?! O Michael é de ferro!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ e O Jornal do Brasil