Olá,

Quinta pessoa a depor no julgamento de Dr. Conrad Murray, o farmacêutico Tim Lopez disse nesta terça-feira (04/10/11) que o médico entrou em contato em busca de um creme para clarear a pele. Ao longo de 2009, Lopez enviou encomendas de propofol para o apartamento de sua namorada, .

Reprodução/TMZ/. Reprodução

Tim Lopez

Tim Lopez admitiu em janeiro para os promotores do caso a venda da droga para Murray. Depois disso, não foi mais localizado porque teria viajado para a Tailândia.

Em seu depoimento nesta terça, Lopez contou que conheceu Murray em 2008, depois de o médico ter comprado mais de 40 tubos de um remédio para clarear a pele.

“Dr. Conrad Murray disse que tinha muitos pacientes afro-americanos interessados neste creme clareador de pele, especialmente um, que tinha vitiligo”, disse Lopez.

Em abril de 2009, Murray perguntou a Lopez se ele entregava Propofol e quanto custaria. Nesse mesmo mês, ele fez a sua primeira encomenda: 35 frascos, dez de 100 ml e outras 25 unidades de 20 ml.

Ele afirmou que Murray ficou com alguns frascos e pediu que o restante fosse entregue em um endereço em Santa Monica, provavelmente o do apartamento em que morava com Nicole Lopez, ex-namorada do médico de MJ, também ouvida nesta terça no tribunal. Ainda em abril, Murray encomendou mais 65 frascos. 

stacey-ruggles-michelle-bella-e-tim-lopez-depoem-no-julgamento-do-dr-conrad-murray

O Dr. Conrad Murray deve ter montado outra farmácia pela quantidade de medicamentos…

Lyllyan

Fonte: TMZ,  EGO Notícias e Terra