Olá,

A testemunha de acusação vai testemunhar… Dr. Conrad Murray cometeu “múltiplos flagrantes e violações inconcebíveis” em seu tratamento com Michael Jackson no dia que ele morreu, de acordo com documentos obtidos pelo site TMZ.

0906_conrad_murray_EX_01

Ministério Público arquivou o documento, porque eles querem derrubar a teoria de defesa do Dr. Conrad Muray em que o MJ pode ter ingerido oralmente a dose fatal de Propofol.

Segundo o Dr. Steven Shafer, “Não há nenhuma possibilidade de que o propofol foi ingerido por via oral.”

Dr. Shafer acredita, “Não há quase nada que reflita que os cuidados aplicados pelo Dr. Conrad Murray em Michael Jackson sejam ações de um médico treinado.”

Juiz Michael Pastor  não se pronunciou sobre se o Dr. Shafer está qualificado para testemunhar sobre a ingestão oral de Propofol.

medico-de-michael-jackson-nao-quer-depoimento-do-dr-steven-schafer

Deixem o Dr. Steven Shafer testemunhar… Ôh, palhaçada cansada!!!

Lyllyan

Fonte: TMZ