Olá,

Durante os três anos em que cerca de 4.000 operários permaneceram em São Bernardo do Campo (Grande SP), para as obras do trecho sul do Rodoanel, dezenas de mulheres engravidaram e foram abandonadas com filhos por trabalhadores da via, inaugurada em março de 2010.

A lado do Rodoanel, a dona de casa Edicleide Maria dos Santos, 39, com filho que teve com um operário

Ao lado do Rodoanel, a dona de casa Edicleide Maria dos Santos, 39, com filho que teve com um operário

Não há um levantamento oficial dos casos, segundo a reportagem de Cristina Moreno de Castro e Adriano Brito publicada na edição da Folha de domingo, que já está nas bancas.

Nos cinco dias em que percorreu a região, a reportagem conversou com seis mães, além de parentes e vizinhos de outras nove –total de 15 casos. As crianças são chamadas de “filhos do Rodoanel” e as mães enfrentam o preconceito –o assunto é tabu na periferia de São Bernardo do Campo.

Como é que é que a mulherada “facila” deste jeito? Isto é inacreditável!!! No comments!!!

Lyllyan

Fonte: Folha On-line