Olá,

Há quem diga que, com a tecnologia, ficará mais fácil e chato dirigir num futuro próximo.

Agrade os motoristas que gostam da direção ou não, nas grandes cidades, a condução ficará a cargo de computadores de alta tecnologia em vez de pessoas reais.

Sistema usa sensores para definir velocidade e direção

O Google e a Audi fizeram testes bem-sucedidos de protótipos autônomos. Agora a Volkswagen apresentou uma nova tecnologia, chamada de Piloto Automático Temporário.

De acordo com a montadora, o sistema permite que o veículo trafegue sozinho por uma rodovia.

O equipamento utiliza câmeras, sensores e scanners a laser e combina outras funções do carro, como o controle eletrônico de velocidade adaptativo e de frenagem.

O Piloto Automático Temporário mantém uma distância segura do veículo à frente, reduz essa velocidade conforme necessário antes de uma curva e mantém posição central do carro no que diz respeito aos marcadores de pista.

O sistema também observa as regras de ultrapassagem e os limites de velocidade. A Volkswagen alerta que o motorista deve manter a atenção, monitorar o funcionamento do sistema, limitado a 130 km/h, o tempo todo e, se necessário, assumir o controle do carro.

A montadora prevê que o equipamento, ainda em testes, tenha uma versão de produção nos próximos dois anos e chegue a todos os carros da marca em cinco anos.

Hoje, a Volkswagem já oferece, inclusive no Brasil, o Park Assist, em modelos como o Tiguan, que identifica o tamanho da vaga e, com sensores, faz os movimentos da baliza sozinho.

A nova geração do equipamento, disponível no Passat, coloca o carro em vagas a 90º e freia em caso de colisão.

Este piloto automático temporário poderia ser permanente porque com o trânsito em  SP qualquer um perde o prazer em dirigir…

Lyllyan

Fonte: Folha On-line