A justiça de Los Angeles preferiu adiar a decisão do pedido de liberar as imagens dos ensaios de Michael Jackson não utilizadas no documentário póstumo “This Is It“. O pedido veio dos advogados de Conrad Murray, o médico acusado de ser responsável direto pela morte de Michael.

Conrad Murray, médico de Michael Jackson.

A intenção do pedido é provar que Michael estava bem de saúde antes de sofrer uma overdose de medicamentos que o levou a óbito. Uma nova audição para decidir a liberação dos vídeos foi marcada para 24 de junho.Nesta quinta (16), os advogados da Sony Pictures pediram mais tempo à justiça para conseguir mais argumentos no caso. De acordo com eles, a defesa de Murray mudou completamente a real natureza do pedido das imagens. De acordo com a Associated Press, o juiz do caso também não compreendeu que tipos de imagens a defesa de Conrad Murray quer.

Agora contem-me uma novidade?!Neste caso da morte de Michael não precisa ser vidente pois,tudo é sempre adiado,que coisa.

Carol.

Crédito : Diego Marques.