Os atores se casaram e se divorciaram duas vezes e tiveram uma das histórias de amor mais comentadas de todos os tempos.

Elizabeth Taylor e Richard Burton em um dos filmes que fizeram juntos,  Doctor Faustus : história do casal deverá ser contada no cinema

A Paramount Pictures e Martin Scorsese uniram forças em um projeto que quer contar a complicada história de amor entre Elizabeth Taylor e Richard Burton. A informação é do site Deadline. As produtoras responsáveis, Krasnoff Foster e Sikelia (esta de Scorsese) estão reunindo recursos para levar o filme adiante.

A edição 56 da Rolling Stone Brasil traz uma entrevista inédita com Elizabeth Taylor. Clique aqui para ler um trecho.

O time já possui os direitos do disputado livro Furious Love, de Sam Kashner e Nancy Schoenberger, publicado no ano passado. Essa obra foi escrita com base nas muitas cartas que o ator escreveu para a atriz. Também foi fechado acordo com o espólio de Burton, de forma que a família abrirá os arquivos do ator para pesquisa. O plano é fazer o mesmo acordo com o espólio de Elizabeth Taylor e, em seguida, contratar um roteirista.

A nota ainda esclarece que não se trata de uma cinebiografia. O longa será mais focado no escandaloso romance que virou uma das histórias mais contadas dos bastidores de Hollywood. A dupla de atores se apaixonou durante as filmagens de Cleópatra. À época, Elizabeth tinha 29 anos e havia acabado de ser notícia em todo tipo de veículo por causa de seu quarto casamento, com o cantor Eddie Fisher, que deixou sua esposa, a também atriz Debbie Reynolds, para ficar com ela.

Em uma época pré-paparazzi, Taylor e Burton não tiveram sossego da mídia. O Vaticano chegou a se manifestar contra a relação dos dois, já que ambos eram casados, mas os respectivos matrimônios não duraram e Burton e Elizabeth se casaram em 1964.Contudo, estavam longe do “felizes para sempre”. Dez anos mais tarde, se divorciaram e, em 1975, se casaram de novo. Tudo para, em 1976, irem à justiça pedir mais um divórcio.

Carol.

Fonte:Rolling Stone.