Olá,

O presidente do Sindicato dos Ferroviários de São Paulo, Eluiz Alves de Matos, afirmou na noite desta quarta-feira, 01/06/11 que as linhas 7 (Luz-Jundiaí) e 10 (Luz-Rio Grande da Serra) também aderiram à greve e paralisarão a partir das 0h desta quinta-feira, o2/06/11.

Passageiros lotam vagão de trem da CPTM. Foto: Léo Pinheiro/Terra
 
Já haviam parado os sindicatos das linhas 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi), 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), 11-Coral (Luz-Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana) desde as 0h desta quarta-feira.

A CPTM apresentou à categoria uma proposta de reajuste de 3,07% e vale-alimentação de R$ 17 por dia. Os trabalhadores querem reajuste conforme a inflação de 1º de janeiro de 2010 a 28 de fevereiro de 2011, o que corresponde a cerca de 8%, e aumento real de 5%, além de vale-alimentação de R$ 19.

Transtornos
Os transtornos provocados pela paralisação ficaram restritos às regiões mais afastadas do centro de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Para os demais, a rotina seguiu praticamente a mesma, como foi o caso de quem utilizou os serviços de trem e de ônibus que saíam dos terminais interligados ao Metrô.

Apesar da paralisação de parte dos funcionários da CPTM e da greve dos motoristas e cobradores da região do ABC, o trânsito em São Paulo registrava lentidão dentro da média na manhã desta quarta-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a cidade tinha 47 km de lentidão às 7h50, o que representava 5,4% do total de 868 km de vias monitoradas.

Metrô
Em assembleia realizada na noite desta terça-feira, os metroviários de São Paulo decidiram cancelar a paralisação marcada para começar a partir da 0h desta quarta-feira, conforme decisão tomada na semana passada. Em campanha salarial, eles aceitaram os 8% de reajuste oferecidos pela Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô).

funcionarios-da-cptm-e-da-sabesp-entram-em-greve-em-010611

O caos continua!!!

Lyllyan

Fonte: Terra