Colaboradora: Gabrielle.

Tradução: Adin.

Eu tirei a entrevista de uma revista francesa, como queria que vocês entendessem eu traduzi para vocês

Você vai ler as memórias de Joanna Thomae, acerca do seu relacionamento com Michael Jackson.

A primeira vez que se encontrou com o Rei do Pop, Joanna tinha 13 anos. E nessa época, esta jovem francesa estava longe de imaginar onde esta paixão por Michael Jackson a ia conduzir…Ela encontrou-se com ele pela primeira vez em 1996 no Monaco, durante The World Music Award.Ela fez tudo para ter a chance de o ver.

Michael estava a fazer compras numa loja de discos, eu pedi aos seus guarda-costas para que me deixassem velo e eles concordaram.Eu não entendi o que me aconteceu, ali estava eu na frente dele e eu não sabia uma palavra de Inglês”Eu paralisei ele de imediato abraçou-me e tranquilizou-me, ele foi adorável.“Eu tive um sentimento muito forte de que precisava velo de novo. Eu tinha que voltar a velo”.

Mas Joanna tinha apenas 13 anos e vivia numa pequena vila de Provence. As chances de ver o Rei do Pop eram raras. Então ela fez por isso. Em 1997 ela assistiu aos concertos em França da tour HIStory. Em 1999 ela tem 17 anos e começa a percorrer o caminho de Michael. Ela espera em frente ao seu hotel, segue-o nas noites de Gala…Os reencontros vão-se multiplicando, na Disneyland, Munique , Londres…

“Eu não pensava em mim ou no que me poderia acontecer. Eu só estava concentrada na felicidade que Michael me trazia quando eu o via”.

Aos poucos, Michael começou a notar esta jovem fã que o seguia por toda a parte.

Ele disse aos seus guarda- costas para me deixarem passar e abraçava-me bem forte nos seus braços, e enquanto falava comigo ele segurava-me a mão. Eu não tinha confiança em mim e parecia-me impossível que eu pudesse ter atraído alguém tão importante como ele. Era demais. Ele trouxe-me muito. Depois de cada reencontro eu voltava para casa, trabalhava e guardava tudo para pagar o avião ou comboio”. Os reencontros com Michael multiplicaram-se na Europa e nos EUA.

Em Julho de 2002 ele estava em Londres e eu encontrei-me com Michael Jackson mais uma vez. “Foi ai que ele pronunciou o meu nome pela primeira vez . Eu não estava à espera que ele o soubesse. Quando lhe disse que fiquei surpreendida ele respondeu-me “ But you are so important for me” (mas tu és muito importante para mim) “ Isto são coisas que eu tenho experienciado mas que são difíceis de compreender.”

Durante esta visita em Londres, Michael convidou Joanne a visita-lo em seu rancho Nevernand. Ela vai algum tempo depois e visita a propriedade do cantor pela primeira vez .O destino seguinte será Las Vegas onde Michael está instalado provisoriamente. Ela viu-o regularmente durante as três semanas que ele passou lá, mas sem dinheiro a situação era difícil. Ela decide finalmente voltar para França. No dia da sua partida Michael convida-a a entrar no carro e a propósito da despedida ele fez uma declaração preocupante.

Eu estava sentada no chão da Limousine em frente dele, ele pegou nas minhas mãos, olhou nos meus olhos. Ele disse-me que eu era maravilhosa, que era leal e que ele queria que eu passasse um tempo com ele e com os seus filhos, que eu comesse com eles, que fizesse muitas coisas com eles, que eu fosse para Neverland… Fiquei paralisada. Eu não sabia o que me estava a acontecer. Eu desejava tudo isso, mas não entendia porque ele me estava a propor isso a mim. Ele perguntou-me várias vezes se eu tinha entendido o que ele tinha dito. Ele queria ter a certeza de que eu tinha entendido. Quando eu já estava fora do carro eu não queria de todo voltar a França…” Mas Joanna tinha que ir de qualquer forma.

Um tempo depois ele telefonou-me para casa em França, foi durante a noite e ele deixou-me uma mensagem. Eu ainda a tenho… Ele cumprimentou-me e disse-me coisas gentis…”

Depois disto ela queria mais do que tudo voltar a Neverland. Curiosamente, quando ela chegou ao rancho Michael estava saindo de carro para ir ao Shopping, e convidou-a para ir com ele. Na limouisine Michael estava acompanhado de alguns rapazes, dois deles eram seus primos. Só havia um lugar vago mas para ter acesso a ele, ela tem que atravessar por cima de Michael. Ele a convida a fazer isso, mas quando ela está sobre ele, ele a abraça e mantêm-na em seus joelhos. Por um momento ele a toma nos braços e a abraça conta ele. Durante todo o resto do trajeto ele segurou a sua mão.

Ele era muito delicado e carinhoso. Ele perguntou-me porquê eu o amava, porquê eu fazia tudo aquilo por ele. E quando eu menos esperava, ele pegou-me pelo queixo e beijou-me carinhosamente… Após isso eu fiquei por um momento sem saber o que fazer. Eu dizia para mim, “Eu não acredito nisto”… “Nessa noite Michael e Joanna voltam juntos para Neverland“Ele propôs vermos “O Senhor dos Anéis” no seu quarto. Eu pouco vi do filme. Eu estava ocupada a tentar entender o que me tinha acontecido”.

Michael disse-me para eu me pôr à-vontade e deu-me um pijama do Mickey, igual ao que ele tinha vestido.Eu ainda tenho dificuldade em falar sobre isto, porque eu ainda não entendi o fato de Michael se importar tanto comigo. É difícil de aceitar, você precisa ter muita auto-confiança para aceitar que uma pessoa incrível como ele, queira passar um tempo com você e partilhe a sua intimidade. Mas eu passei uma noite memorável. No dia seguinte Michael e Joanne passaram os dois, o dia no rancho“.“Ele mostrou-me uma caixa onde ele tinha todas as minhas fotos e cartas. Ele brincou comigo, perguntou-me quantos filhos eu queria ter…”

Mas a comitiva da estrela parecia não ver com bons olhos, a presença da jovem mulher, uns tempos depois Michael foi chamado a Miami, Joanna ficou sozinha em Neverland.

Eles fizeram-me entender que eu não era bem-vinda, eu não queria fazer história, então fui embora”.

Enquanto Joanna volta para casa, Michael é envolvido num novo escândalo. Acusado de molestar uma criança, ele é perseguido pela justiça americana.Joanna segue o caso de perto e passado um tempo foi para Los Angeles, para tentar ver Michael. Pessoas de caráter duvidoso, da comitiva de Michael, convenceram-na a contar a sua história à TV americana, assegurando-lhe que assim ela estaria a ajudar a causa de Michael. Joanna foi então convidada especial de “Entertainment Tonight” onde ela falou do seu relacionamento com o Rei do Pop. Ela hoje está consciente de que foi manipulada, acreditando que isso poderia ajudar Michael, enquanto pessoas pouco escrupulosas ganharam fortunas a vender a história.

Eu gostaria de dizer a Michael que eu não toquei nem em um dólar, por ter ido à TV, e dizer-lhe também que não tenho nada que ver com os artigos que passaram na imprensa. Mas pareceu-me patético e egoísta, ir-lhe falar dos meus pequenos problemas enquanto ele arriscava a sua vida neste caso.”

Joanna cruzou o caminho de Michael durante o seu julgamento.

Um dia ele chegou ao tribunal e fez parar a limousine quando me viu. Ele disse que precisava muito de falar comigo. Ai eu não pude me aproximar dele nos dias que se seguiram.”

O processo finalmente terminou com a absolvição de Michael, e essa foi a última vez que ela viu Michael, ela nunca mais voltou a falar com ele…Ela retomou a sua vida normal.

As pessoas à volta de Michael fizeram-me muito mal, admite ela hoje, fiz tudo para não me tornar esse tipo de pessoa.”

Foi por isso que ela aceitou falar acerca disto, ela quis dar-nos a sua história, a verdadeira história. Hoje Joanna percebe que esta relação com Michael não poderia funcionar como uma relação normal entre dois adultos.

Levou-me um tempo para perceber isso, eu era muito jovem para entender o que me estava a acontecer

Antes de Michael morrer, Joanna esperava velo de novo e falar com ele pacificamente, mas isso nunca aconteceu…

Fonte: “ J’ai partagé l’intimité de Michael Jackson”(Eu compartilhei a intimidade de Michael Jackson).