Olá,

As ciclofaixas montadas na madrugada de domingo em São Paulo registram o “sumiço” de 50 a 70 cones a cada edição. Já são quase 2.000 furtos desde agosto de 2009, quando a ciclofaixa entrou em funcionamento, segundo reportagem de Carolina Leal publicada na edição desta sexta-feira, 15/04/11 da Folha.

Motoboy coleciona placas de sinalização e tem um cone. Ele possui mais de 90 placas em seu quarto


A Federação Paulista de Ciclismo estima que os “sumiços” já tenham provocado um prejuízo de R$ 80 mil. O custo de fábrica de cada cone fica em torno de R$ 40. Quando um fiscal flagra o furto, a orientação é chamar a polícia. Quase sempre o cone é devolvido, e o próprio policial orienta que a pessoa seja liberada. A federação quer punição mais rigorosa.

Eu pago imposto, ou melhor, nós pagamos imposto para este Motoboy irresponsável decorar o quarto dele como patrimônio público… É demais para minha cabeça!!! 

Lyllyan

Fonte: Folha On-line