Colaboradora: Anele.

A cantora americana Rebecca Black — que ficou famosa na web há algumas semanas com o clipe “Friday” — pode ter recebido duras críticas à sua performance como cantora, à produção fraca de seu vídeo e à letra não muito bem construida de seu single, mas a viralização de seu trabalho já toma proporções colossais.

Até o momento o clipe de “Friday” tem mais de 30 milhões de visualizações, ultrapassando, pelo menos no YouTube, dois dos maiores lançamentos do mercado pop em 2011: “Born This Way”, de lady Gaga, e “Hold It Against Me”, devBritney Spears.

No iTunes norte americano a música “Friday” é a 25ª mais vendida, deixando pra trás até Justin Bieber. No top do site Letras.mus.br a música está em 7º lugar, na frente de Lady Gaga, Bruno Mars, Pink e Avril Lavigne.

Rebecca Black virou motivo de piada por sua, digamos, ingenuidade musical. Boa parte da “culpa” pelo sucesso às avessas de Rebecca é da produtora ARK Factory, que produz “talentos mirins” por preços acessíveis. Rebecca foi apenas mais uma garota sonhando em se tornar estrela que procurou estes produtores, responsáveis por “Friday”.canal da ARK Factory no YouTube é repleto de vídeos de cantoras do mesmo naipe de Rebecca, vale conferir.

Há quem a defenda, há quem simpatize com a garota e há, obviamente, cyberbullies e trolls que fazem questão de criticar a menina de 13 de forma pesada demais. Gostar ou não gostar de “Friday” é uma decisão pessoal, mas o que não se pode negar é que, mesmo “sem querer”, Rebecca já deixou sua marca na música em 2011.

Se você ainda não viu “Friday” confira abaixo:

Fonte: Cifraclubnews