Olá,

A chuva que atinge São Paulo desde a noite de ontem ainda causa alagamentos (leia abaixo), transtornos para o trânsito e provocou ao menos 13 mortes no Estado. As vítimas foram atingidas por deslizamentos de terra. Na cidade de São Paulo, os alagamentos prejudicam o trânsito nesta terça-feira, 11/01/11,  principalmente na zona norte.

Para ver as fotos da tragédia de São Paulo, clique aqui: 

As mortes foram registradas nas cidades de São José dos Campos (5), São Paulo (4), Mauá (3), Embu (1).

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos casos aconteceu na região do Tremembé (zona norte de SP), onde duas mulheres –apontadas como mãe e filha– morreram soterradas em um desmoronamento de terra na rua Virgínia de Araújo, bairro Furnas.

Já na região do Capão Redondo (zona sul), duas pessoas ficaram soterradas após um deslizamento na rua Nilton Machado de Barros, no Parque Fernanda. Um rapaz de 18 anos e o avô dele, identificado como Amaro Gabriel do Nascimento, 76, foram resgatados com vida e levado ao pronto-socorro do Campo Limpo, mas Nascimento não resistiu aos ferimentos.

A outra morte confirmada em São Paulo ocorreu às 4h30. Um morador de rua foi resgatado sem vida próximo ao túnel da avenida Nove de Julho, região central de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar. Ele teria sido arrastado durante uma enxurrada.

A morte ocorrida em Embu, na Grande São Paulo, foi confirmada pelos bombeiros, mas a corporação não deu detalhes sobre a vítima, que morreu em decorrência de um deslizamento de terra.

Outras três mortes aconteceram em Mauá, de acordo com os bombeiros, sendo uma de um adolescente de 16 anos, no Jardim Zaíra, e outra vítima no Jardim Rosina.

Em São José dos Campos (91 km de São Paulo), as cinco vítimas foram soterradas após suas casas serem atingidas por um deslizamento de terra no bairro Rio Comprido, no final da noite de segunda-feira (10). Duas pessoas foram resgatadas durante a madrugada pelos bombeiros e levadas para o hospital.

ALAGAMENTOS

O motorista encontra problemas no trânsito hoje, devido a alagamentos em diferentes pontos da cidade –alguns na marginal Tietê. Também há problemas em estradas (leia abaixo).

Desde ontem, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura, registrou 125 pontos de alagamento nas ruas de São Paulo. Ao menos 37 ainda ocupam vias –parte impede a passagem dos veículos. Veja alguns locais:

– marginal Tietê, sentido Castello Branco, altura da ponte das Bandeiras;
– marginal Tietê, sentido Castello Branco, altura da ponte Freguesia do Ó;
– marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, altura da ponte Jânio Quadros;
– avenida Cruzeiro do Sul, altura da rua Zaki Narchi;
– avenida Olavo Fontoura, altura da rua Professor Milton Rodrigues;
– rua Cruzeiro, altura da rua do Bosque;
– avenida Dr. Abraão Ribeiro, altura da rua Baronesa de Porto Carreiro;
– rua Bernardo Saião, altura do 150;
– avenida Aírton Pretini, altura da rua Hely Lopes Meirelles
– rua Flórida, sentido bairro, altura da rua Sansão Alves dos Santos;
– rua Jaraguá, altura da Rudge;
– rua Norma Pieruccini Gianotti, altura da Rudge;
– avenida do Estado, sentido Santana, altura da Santos Dumont;
– rua Javaés, altura da rua dos Italianos.

ESTRADAS

De acordo com a Polícia Rodoviária, alagamentos e quedas de barreira prejudicam o trânsito em trechos de rodovias, especialmente na região do Vale do Paraíba.

Há registro de problemas nos km 11 e km 19 da Anhanguera, nos km 43 (Atibaia) e 74 (Mairiporã) da Fernão Dias e em rodovias na região do Vale, como a SP-050 e a SP-077. Os bloqueios são parciais, de acordo com a Polícia Rodoviária.

Lyllyan

Fonte: Folha On-line