Olá,

Colaboradora: Anele

Uma das últimas esperanças da indústria fonográfica, o setor de shows registrou quedas bruscas em 2010 na América do Norte (EUA e Canadá).

Foto Ilustrativa

Estes são os preocupantes números divulgados pela revista Billboard para o ano que passou:

Receita bruta de shows: queda de 26,6%

Público de shows: queda de 24,4%

Número de shows: queda de 16%

Os números absolutos são: 11.555 shows, com um público total de 38 milhões de pessoas e faturamento de US$ 2,1 bilhão (R$ 3,55 bilhão).

Os shows que se saíram bem foram os de nomes consagrados: tanto festivais consolidados como Coachella e Bonnaroo como artistas como Bon Jovi e Lady Gaga.

Entre as turnês que se deram mal e acabaram sendo canceladas estão as de Christina Aguilera e do reality show Ídolos.

A pergunta que fica é: se o segmento de shows começar a ir mal, para onde corre a indústria da música?

Com está informação fica se a certeza que o Brasil virou a fonte de renda dos cantores e das bandas internacionais para tirarem seus pés da lama.

É por isto que neste ano recebemos tantos artistas por aqui e ano que vem tem mais, com direito a reprise de Paul McCartney que já divulgou que vai voltar.

Os que eles não conseguiram no país deles devido à crise econômica, tiram daqui com ingressos chegando a R$ 1.000,00.

Pois bem, chegou a hora da gente colocar nossos preços… Ou abaixam os valores ou ninguém mais vai aos shows como os fãs de outros países…

Aqui também tem crise de exploração econômica.

Lyllyan

Fonte: Virgula