Olá,

Lançado na semana passada, no dia 14, o último álbum de Michael Jackson está deixando a desejar. Ao menos nas vendas. Batizado simplesmente de ‘Michael’, o CD traz músicas inéditas gravadas pelo rei do pop, incluindo duetos com Lenny Kravitz, Akon  e 50 Cent. A Epic Records, gravadora responsável pelo álbum, esperava vender cerca de 400 mil cópias do álbum em sua primeira semana, mas terá que se contentar com as 228 mil efetivamente compradas.

Apesar da decepção, ‘Michael’ conseguiu terminar sua primeira semana como o CD mais vendido ao redor do mundo. Ele conquistou o primeiro lugar nos rankings da Itália, Alemanha, Holanda e Suécia. Nos Estados Unidos, no entanto, ele amargou a terceira colocação, atrás de ‘Speak’, de Taylor Swift (259 mil), e ‘The Gift’, de Susan Boyle (254 mil). Em outros países importantes, como o Reino Unido e a França, o álbum fica apenas na quarta colocação.

As dez canções do CD não deixaram de encantar o público ao redor do mundo, mas, considerando que Michael detém até hoje o título do disco mais comprado do mundo, com o álbum Thriller (1982), com mais de 50 milhões de cópias vendidas, não deixa de ser decepcionante.

Mais lançamentos de álbuns póstumos de Michael Jackson são esperados pelo mercado fonográficos. Resta saber agora, com este desempenho, quantos mais virão.

disco-postumo-de-michael-jackson-e-o-mais-vendido-do-mundo

Nem a mídia sabe divulgar a informação corretamente, uma hora o CD é o mais vendido, noutra é o menos vendido, o importante é que eu já comprei o meu… Hahaha!!!

Lyllyan

Fonte: Época Négocios