Olá,

Colaboradora: Eliete Jackson

Geisy Arruda decidiu contar em detalhes o que realmente aconteceu na na universidade Uniban, em 2009, quando foi hostilizada e expulsa por estar trajando um vestidinho sexy de cor rosa. Na época, o episódio foi filmado e circulou na internet, fazendo com que a estudante de turismo virasse uma celebridade instantânea, o que rendeu capas de revistas(inclusive masculina), plásticas para aperfeiçoar a silhueta e uma nova vida como empresária.

 

Mas, no livro “Geisy Arruda- Vestida para Causar” , escrito pelo jornalista Fabiano Rampazzo, tem muito mais revelações polêmicas – e picantes – que fazem parte da vida da loira antes e depois do episódio. Criada no Grande ABC, a ex- participante do reality “A Fazenda 3″, há detalhes íntimos como o momento em que perdeu a virgindade, aos 13 anos, de forma traumática com um Mc de rap, de 30 anos, usuário de drogas e outras experiências sexuais.

Leia os detalhes deste momento relatado pela própria Geisy:

“Fomos até a casa. Quando chegamos lá, havia champanhe e vinho. Fui com uma saia preta curtinha e uma blusinha de zíper. Mas depois disso ele me esnobou, não olhava mais para minha cara. Aí, para me vingar transei com um amigo dele”.

Sobre sexo e fantasias, a loira não mediu palavras no livro; que traça um perfil picante da empresária.

“Sexo pra mim é desafio, de você querer o que é difícil, e não o que é fácil. Ao todo acho que já peguei uns cinco policiais. Nunca transei com dois caras ao mesmo tempo, mas gostaria”, confessa.

Geisy também revela, sem pudor, que forçou o choro em alguns programas de TV para os quais foi convidada.

“Eu chorei dando entrevista porque sabia que aquilo iria aumentar a audiência. (…) Teve diretor que pediu para eu chorar, porque ajudaria na audiência. E eu falei: ‘tá bom’. E chorei”.

Fonte: Sidney Rezende