Olá,

Após um dia inteiro de operações no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, o inspetor Ricardo Melani, da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core), tinha em mãos na tarde deste domingo (28/11/10) o que dizia ser sua melhor recompensa: uma cartinha entregue por uma garotinha de 7 anos. Escrita a lápis, em poucas e tortas linhas, a menina agradece o trabalho da polícia na comunidade que foi invadida pela manhã. “É maravilhoso. Uma recompensa por todo o perigo que a gente corre”, conta o inspetor. 

Inspetor lê carta mandada por garota de 7 anos que mora no conjunto

Inspetor lê carta mandada por garota de 7 anos que mora no conjunto (Foto: Carolina Iskandarian/G1)

Melani diz ter ficado “emocionado” ao receber a cartinha, que estava dobrada em forma de “foguetinho”, porque a menina tem 7 anos, a mesma idade do filho do policial. “Bom saber que a população está do nosso lado.” Na mensagem, a criança diz: “Estou feliz porque entraram sem dar um tiro. Estão de parabéns. Obrigada pela nossa segurança. Eu tenho 7 anos. Obrigada, policial”.

De acordo com o inspetor, a carta foi entregue em uma das entradas do Complexo de Favelas do Alemão, quando a a equipe dele recolhia motos apreendidas. “Já estávamos no final da operação e ela veio com a carta.” Ele promete guardar a mensagem e mostrar ao filho. “Ele me tem como herói.” 

O Brasil está cansado destes bandidos tomando conta do nosso país, não só os traficantes com estes políticos competentes que são eleitos para roubar mais ou dar trabalho até mesmo para assumir o cargo…

Até quando?

Lyllyan

Fonte: G1