Dia 18 de Novembro de 2003…

Faz 7 anos, que foi lançado o álbum “Number Ones” de Michael Jackson.

A coletânea vendeu quatro milhões no espaço de um mês. Só no Reino Unido, “Number Ones” vendeu cerca de 1,4 milhões de cópias. O álbum já vendeu mais de 10 milhões de cópias pelo mundo.

Faz 7 anos, que 70 oficiais da justiça, invadiram impetuosamente por Neverland.

À coletânea, foi adicionada a canção inédita “One More Chance” para que o álbum tivesse um diferencial.

O clipe de One More Chance teve três dias de gravações em Estúdio, porém, nunca chegou a ser lançado, visto que no dia 18 de Novembro de 2003, Michael Jackson teve seu rancho Neverland invadido pela Polícia do condado de Santa Bárbara, sob a ordem do promotor Tom Sneddon e de seguida, teve sua prisão decretada sob a acusação de conduta irregular com menor de idade.

Michael foi declarado inocente, o sistema legal declarou a sua inocência, mas a opinião pública continuou dividida. A mídia continuou empenhada, em declarar Michael como culpado.

Talvez Michael, nunca se tenha sentido realmente inocentado, nem nunca achou que se tenha feito justiça, apesar dos 10 unânimes veredictos dele não ser culpado.

Não houve um pedido de desculpas nem retratação. Ninguém foi responsabilizado, pelo que aconteceu com Michael. Todos os culpados por esse ato vil, continuam impunes e livres para poder um dia fazer exatamente o mesmo com uma outra pessoa. E ficamos assim…  como se o sofrimento e a dor de um ser humano, nada valessem.

Neste caso, esse ser humano era “simplesmente” Michael Jackson.
Mas poderia ter acontecido com qualquer um de nós, só dependendo do valor da nossa conta bancária.

Adin