Olá,

Colaboradora: Eliete Jackson

Na moral, eu sei que o mundo gosta deles, mas eu…

Treze discos originais dos Beatles estão disponíveis, a partir desta terça-feira (16/11/10), em formato digital pela primeira vez na história, na loja de música online da Apple. Os Beatles eram os mais conhecidos entre os artistas que resistiam à iTunes Store, a maior loja mundial de música, e boatos sobre um acordo entre eles e a Apple vinham circulando há anos.

Os integrantes dos Beatles Ringo Starr, John Lennon, Paul McCartney e George Harrison

Os integrantes dos Beatles Ringo Starr, John Lennon, Paul McCartney e George Harrison

Na segunda-feira (15/11/10), a Apple colocou em seu site um comunicado sobre um anúncio que faria às 10h na terça (15h, no horário de Brasília), mas ofereceu poucas pistas decifráveis. “Amanhã será apenas mais um dia. Que você jamais esquecerá”, a mensagem afirmava.
 
Desde as 15h, o site já disponibiliza as músicas para venda online, acompanhado de vídeos sobre a trajetória da banda. O EMI Group, gravadora dos Beatles, se recusou a comentar. A Apple também preferiu não comentar a notícia, reportada inicialmente pelo “Wall Street Journal”. 
 Cada música custa 1,29 dólar. O preço dos discos é de 13 dólares cada e álbuns duplos, como “White Album”, saem por 20 dólares. O Beatles Box Set, com 13 discos de estúdio e coletâneas, está à venda por 149 dólares. Porém, o serviço não está disponível no Brasil. Além dos álbuns, o iTunes acrescentou quatro compilações, “The Beatles Box Set”, “The Beatles Past Masters”, “The Red Album (1962-1966)” e “The Blue Album (1967-1970)”.
 
Os Beatles estiveram na vanguarda da chamada “British Invasion”, nos anos 60, gravando álbuns clássicos como “A Hard Day’s Night”, “Revolver” e “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, que a revista Rolling Stone define como o melhor disco de todos os tempos.
 
Distribuição via iTunes pode permitir que os Beatles, que se separaram em 1970, conquistem uma nova geração de fãs de música conhecedores de tecnologia.
 
A loja iTunes ajudou a redefinir o varejo de música desde sua criação, em 2003. Mais de 10 bilhões de canções foram baixadas por meio do site, que oferece um catálogo musical com mais de 12 milhões de títulos. A Apple também estendeu as atividades do site à venda e locação de filmes e programas de TV.
Eliete Jackson
Fonte: UOL Música