Olá,

Nada de pedalinho: o artista Frank Bolter gastou um bom tempo montando, com a ajuda de curiosos, um grande barco de papel feito com técnicas de origami. Para provar que o barco foi feito corretamente, Bolter até navegou por alguns minutos nas margens do rio Tamisa.

Nomeado de To The World’s End, o barco de Frank foi feito para a exposição de arte Drift 10, em Londres, e foi criado a partir de folhas gigantes de papel dobradas e reforçado com hastes de metal.Esse não é o primeiro barco incomum de Frank – em 2007, ele montou um barco de tetrapack e navegou ao redor do porto de Lauenburg, na Alemanha.
 
Lyllyan
Fonte: Virgula