Para começar e não podia faltar Luciana Gimenez,rs.

“Eu posso ser desligada, mas burra, nunca! Falo francês, italiano, alemão, espanhol e inglês. Deixe-me ver, porque não sei contar muito bem: são uma, duas, três… são cinco línguas!” (Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo)
Uma vez perguntaram pra ela: “Qual o nome do seu pai, qual o nome da sua mãe?” Ela: “Uma pergunta por vez, por favor.”
Teve uma outra vez que ela foi falar do Rally dos Sertões e disse: “O Rally dos Sertões é tão famoso que vem gente de todos os mundos!”
Outro grande momento foi com a Monique Evans. A Monique estava falando que fez várias loucuras, que já tentou se matar, que tinha tomado uma caixa de remédio tarja preta… Aí a Luciana perguntou: “E não morreu!?”

Paulinho Vilhena

“Ex-namorada é igual a McDonalds: a gente sabe que não deve, mas acaba comendo de vez em quando.”

Joana Prado

“Tem de botar um cálcio no pé da mesa.”

Pamela Anderson

“Não é a poluição que agride o meio-ambiente. São todas estas impurezas no nosso ar e na nossa água que o fazem”.

Brad Pitt

Em relaçao a paternidade: “É a maior diversão que eu já tive, mas também o maior ‘pé no saco’ que experimentei”.

Brooke Shields, em uma entrevista sobre a campanha americana contra o tabagismo

“O tabaco mata. Se você morrer, você perdeu uma parte importante da sua vida”.

Murilo Benicio

“Eu nunca nem acessei um blog. Sou um homem trabalhador e não consigo entender essas pessoas que chegam em casa e ainda escrevem num blog”.
“Orkut é aquela coisa que você acha pessoas do passado? Você passa anos querendo se livrar de alguém e faz um Orkut para ela te achar?”.

Quando completou cem anos, em 2007, Dercy Gonçalves foi entrevistada pela repórter Tatiana Contreiras, do Sessão Extra. Confira abaixo as frases espirituosas ditas pela comediante durante o bate-papo:

“Se tenho pecados, não lembro. A vida é um segredo. Num susto, se morre”
“Meu século foi muito digno. As famílias eram famílias, a polícia era polícia. Hoje, não tem mais nada”
“Não tenho medo de morrer. Eu não vou morrer, eu vou desaparecer”
“Adoro comer feijoada. Tirei metade do estômago, para mim foi um grande negócio. Hoje botam bunda, eu tirei e fiquei um mês sem poder sentar. Hoje em dia tiram daqui, botam ali. Fiz plástica na cara, na bunda. Fiz tantas vezes. A última fiz com 80 anos, geral. Por isso tenho tudo no lugar, não tenho pelanca. Fiz tudo com o tempo, tive respeito à minha juventude. Eu me cuidei antes do tempo”
“Esse século era premeditado: de 2000 não passarás. O século mudou, a moral mudou”
“A vida se tornou insípida, está perdendo o valor”
“Quando entrei no teatro, era escrachada, os filmes eram um escracho. Não tinha nada de grande, perfeito. Hoje a gente vê menina de 12 anos prostituída”
“Eu era pobre que nem Jó. Papai era alfaiate, vovó era lavadeira, vovô era coveiro. Mais humilde não podia ser”
“Sexo é mentira, inventaram esse prazer. Eu nunca tive. É nojento. Fede a água sanitária. Me ensinaram a fingir e dizer que estava bom”
“Sou apaixonada por crianças, flores”
“Hoje em dia, você tem que pedir desculpas ao ladrão por ter pouco para dar”
“Nunca pensei que a vida era isso”
e a famosa… vão todo mundo pra p*** que pariu!

 Fonte: MDiversidades.

Kelinha.