Olá,

A irritação e o desejo de vingança de parte dos britânicos com relação ao ex-primeiro-ministro Tony Blair parece não ter limites.

Agora, ele aparece na lista dos indicados a receber o prêmio de pior cena de sexo descrita em um livro.

A autobiografia de Blair foi publicada no início do mês passado e vendeu mais de 90 mil cópias em uma semana, mas foi atacada por parte da mídia e do público.

Ele teve até que cancelar uma tarde de autógrafos em Londres por temer manifestações. Num evento para o lançamento do livro em Dublim, pessoas chegaram a jogar ovos e sapatos na direção do ex-primiê.

A indicação para o “bad sex award” acaba sendo um duplo ataque: primeiro por incluir um trecho do livro entre os piores exemplos de prosa com conteúdo sexual publicada no ano; segundo, por considerar o livro uma obra de ficção.

A cena indicada é a seguinte: “Naquela noite, ela me embalou em seus braços e me tranquilizou; me disse o que eu precisava ouvir e me fortaleceu. Na noite de 12 de maio de 1994, eu precisava egoisticamente do amor que Cherie me deu, e eu o devorei para ganhar força. Eu era um animal seguindo o meu instinto”

Ele se referia ao apoio recebido de sua mulher na noite em que John Smith, então líder trabalhista, morreu. Blair foi seu sucessor.

O ex-primeiro-ministro concorre com grandes nomes da literatura, como Ian McEwan e Martin Amis. A entrega do prêmio será no dia 29 de novembro.

Nossa! Que horror! A meu ver, nem os homens da caverna era assim tão insensíveis…

Lyllyan

Fonte: Pelo Mundo – Blog Folha