Olá,

Colaboradora: Adin

Riley Keough, filha de Lisa Presley, participa em: THE RUNAWAYS – Garotas do Rock

Um dia é o filho que grava CD, outro é a filha que participa em filme.

Já só falta vir o cachorro, mostrar também as suas habilidades. Rsrsrsr

Por: Flora Libânio
Toda receita que se preza precisa dos ingredientes certos. O mesmo vale para a indústria do entretenimento e suas criações. O empresário Kim Fowley, responsável por criar a banda de rock The Runaways nos anos 70, exclusivamente formada por meninas adolescentes, sabia bem disso.

Idem Floria Sigismundi, artista plástica que debuta como diretora nas telonas em The Runaways – Garotas do Rock, que estreia nesta sexta.

No filme, Kristen Stewart e Dakota Fanning, estrelas dos filmes da saga Crepúsculo, interpretam Joan Jett e Cherie Currie, respectivamente, ícones da banda. Se, por um lado, a estratégia parece ideal para cativar os fãs da saga, por outro, serve também para as atrizes deixarem de lado a imagem de estrelas mirins.

As outras integrantes da banda são interpretadas por nomes bem menos conhecidos, como Scout Taylor-Compton (Lita Ford), Stella Maeve (Sandy West) e Alia Shawkat (Robin).

Riley Keough intérprete de Marie Currie, irmã gêmea de Cherie, é neta de ninguém menos que Elvis Presley – diga-se de passagem, sua mãe, Lisa Marie Presley, foi casada com Michael Jackson durante dois anos.

Fatos e versões.

O roteiro do filme é inspirado em Neon Angel: The Cherie Currie Story, autobiografia da mesma. De acordo com o apenas as integrantes Cherie Currie, Joan Jett, Sandy West – que faleceu em 2006 – e o empresário Kim Fowley cederam os direitos de suas biografias.

O mesmo não aconteceu com Jackie Fox e Lita Ford, apesar da segunda ter uma personagem no filme. Na verdade, o grupo nunca teve uma integrante chamada Robin, como aparece no longa, sendo esta uma personagem fictícia.

Jett e Currie são os destaques da trama, que aborda a vida das garotas antes da banda, a formação desta, o auge – em especial a enorme repercussão que o grupo obteve no Japão – e a decadência, que envolveu a saída de Cherie e o abuso de drogas, passando pelos esforços do empresário Kim Fowley, criador do grupo, e pelo tórrido affair vivido pelas líderes do grupo – o vídeo do beijo entre Stewart e Fanning bombou na web.Diga-se de passagem, após o desligamento de Cherie, The Runaways continou na ativa por mais três anos e contou com outras integrantes.

Se por um lado Fowley exigia das meninas uma postura bem rock´n´ roll – no filme, o personagem se refere a Jett como “uma morena durona das ruas”, por outro, ele investia na sensualidade de Currie, “a gata sexy”, ingrediente que, de tão desgastado, gerou conflitos entre as garotas, bem como divergências na imagem da banda.

As atrizes que interpretam as integrantes da banda passaram um mês antes das filmagens gravando e ensaiando as músicas, que foram para a trilha sonora do filme nas vozes de Stewart e Fanning, bem como contaram com o apoio das verdadeiras Joan Jett e Cherie Currie. Resultado: segundo o New York Times, ao ouvir uma de suas músicas interpretada por Stewart, Jett se confundiu e achou que era a sua voz.

Adin

Fiquem bem, bjs.

Fonte: Cinema em Cena