Olá,

Katherine Jackson,  mãe de Michael Jackson entrou com uma ação na quarta-feira, 16/09/10, acusando a produtora que organizava a volta do cantor aos palcos de não fornecer o equipamento de salvamento adequado para seu filho, disse seu advogado.

0915_Katherine-Jackson_getty_bn_02

No processo aberto na Corte Suprema de Los Angeles, Katherine Jackson que o contrato com Michael “criou uma obrigação legal para AEG agir razoavelmente para o bem-estar físico de Michael Jackson.”

No documento, Katherine também culpa AEG pela a contratação do Dr. Murray sem as condições adequadas – que reivindiccou a  “AEG não apresentou um médico que realmente olhava para o bem-estar de Michael Jackson  e AEG não forneceu o equipamento.”

A ação também alega que a AEG causou sofrimento emocional no filho de Michael, Prince Jackson, porque ele testemunhou o sofrimento e a morte, “ele foi colocado em uma posição de espectador para este trágico acontecimento.”

Kenny Ortega, que produziu os concertos planejados para Londres,  também é citado como réu.

O procurador que arquivou o processo, Brian J. Panish, divulgou um comunicado dizendo: “O objetivo deste processo é de provar ao mundo a verdade sobre o que aconteceu com Michael Jackson, de uma vez por todas. “

O porta-voz da AEG ainda não teve acesso ao documento e, por isso, não comentou o caso.

A história esta se desenvolvendo..

Mais um processo contra a AEG? E o Dr. Conrad Murray a Katherine não vai processar? E os outros médicos?

Porque o processo movido pelo Joe Jackson tem mais falhas do que outra coisa… E pelo andar da carruagem nos vamos realmente “saber a verdade sobre o que aconteceu com Michael Jackson, de uma vez por todas…”  

Eu mesma vou continuar aqui, fazendo minhas coisas, quem sabe esta tal “verdade” apareça, afinal a esperança é a última que morre e não há mal que sempre dure…

Lyllyan

Fonte: TMZ, Terra e G1