Uma nova tendência que apareceu em Nova York parece estar unindo o mundo dos encontros virtuais ao jeito analógico de se namorar.

Segundo uma reportagem publicada no jornal The New York Times, sites como o Cheek’d e o FlipMe! dão aos seus usuários cartões de visita que podem ser entregues para potenciais paqueras avistadas em bares, restaurantes, ou até mesmo andando pela rua.

Nos cartões, além do contato do usuário no site, estão escritas frases como “Olhe para cima. Você pode estar perdendo algo”, “Estou te paquerando”, “Sou bem mais legal que sua namorada(o)”.

A ideia inverte um pouco a ordem comum do namoro pela internet. Geralmente a história é assim: você descobre alguém interessante no site, troca alguns emails e, se o papo engatar, marca de encontrar pessoalmente.

Com os novos sites, é possível checar alguém na “vida real” – o que acaba com o risco de a pessoa não corresponder exatamente à foto de seu perfil – conversar pela internet e voltar e se encontrar pessoalmente.

Outra tendência inovando o mundo dos encontros na internet é a de aplicativos para telefones celulares que usam sistemas de GPS para mostrar potenciais paqueras a uma caminhada de distância. Ao invés de passar dias na internet tentando marcar uma saída, o casal pode se encontrar em cinco minutos em um café da redondeza.

Achei tudo isso bem interessante. E vocês? Alguém aí tem histórias de encontros virtuais que deram certo – ou completamente errado?

Fonte: BBCBrasil.
Kelinha.