Funcionários do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos,fizeram o download de pornografia infantil em terminais do Governo.

A constatação é de uma investigação interna de anos e que foi divulgada agora pelo Pentágono.O relatório indica que alguns funcionários trabalhavam para algumas das agências que lidam com os segredos mais confidenciais do governo norte-americano, inclusive a Agência de Segurança Nacional, baixaram e até compraram conteúdo pedófilo em pleno ambiente de trabalho.

A compra de pornografia infantil é um crime nos Estados Unidos e o acesso à mesma em um computador do governo representa também uma violação das leis sobre o uso de propriedade. No total, o dossiê acumula 94 páginas.O documento ressalta ainda que os funcionários puseram em perigo o Departamento de Defesa, o Exército e a segurança nacional ao pôr em risco sistemas informáticos, instalações militares e autorizações de segurança.

Segundo o “Boston Globe”, alguns dos envolvidos foram processados, enquanto outros casos permanecem no limbo ou tiveram as acusações retiradas, por falta de provas suficientes.Como muitos detalhes foram camuflados nos documentos, não é possível determinar quantas pessoas com vínculos com o Pentágono foram formalmente acusadas ou são suspeitas de receber pornografia infantil.

O inquérito federal sobre trabalhadores do círculo militar é parte de um amplo esforço iniciado em 2007 sob o codinome “Operação Flicker”, que já identificou mais de 5 mil pessoas que tiveram acesso a sites de pornografia infantil.

Fonte : InfoAbril.

Nem o pentágono ficou  fora dessa,vergonhoso.

Kelinha.