Olá,

Corey Feldman, ator e ex-dependente de drogas, conheceu em meados dos anos 1980 o cantor Michael Jackson e assim foi criada uma bela amizade mas com o tempo tudo acabou. 

A amizade começou a ficar difícil quando Corey passou a se envolver com as drogas criando vários problemas familiares, e ele cobrava o apoio e ajuda de Michael Jackson constate, ou seja, 24 horas, mas nem sempre era possível devido ao trabalho e às turnês de Michael Jackson.

No primeiro julgamento em 1993, quando ainda estava tudo bem, o Corey foi a favor de Michael Jackson o defendendo e declarou “Fiz o que achei que era o certo como um amigo”.

Os anos foram se passando, a amizade entre os dois já não era mais a mesma, e Corey brigou com Michael Jackson em 10/09/2001  justamente por causa de “falta de atenção” e passou a ir à mídia a detonar o Michael. 

Em uma de suas entrevista, logo quando começaram as investigações contra Michael Jackson pela segunda vez, em meados de 2003 a 2005 por pedofilia, Corey foi à mídia e contou que o cantor lhe mostrou um livro com fotos de homens e mulheres nus. “O livro se concentrava em doenças venéreas e nos órgãos genitais”, disse o cantor. “Ele se sentou comigo e me deu explicações, me mostrou algumas imagens diferentes e discutiu comigo o que elas significavam.”  Ele acrescentou que jamais foi tocado de forma inapropriada durante o tempo em foi amigo de Michael Jackson. Esta declaração levou Corey ir ao tribunal depor contra Michael Jackson. Link: http://www.antena1.com.br/news.php?recid=771 

E ainda mostrando mais o seu rancor por Michael Jackson, Corey disse “Agora ele está pagando esse karma ruim por tudo que ele fez”. 

Mesmo assim Corey continuou indo a mídia e sempre acusando Michael Jackson por tê-lo abandonado nas horas  mais difícil de sua vida, ter estragado sua infância e imagem declarou: “Michael conversava comigo por horas e ele sempre ouvia. Mas depois ele se entediava. O que ele mais fez com as crianças foi se aproximar delas nos momentos de necessidade e depois deixá-las de lado”. [Ele dizia] ‘Ei, eu te amo, estou aqui com você, o que você precisar, vou te ajudar’. “Mas no dia seguinte, o telefone dele já tinha mudado”, relembra. “Isso  é muito difícil para um garoto de 12 anos entender”. Link http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI8705-9531,00.html

Após o dia 25/06/09, após 08 anos de rompimento da amizade, Corey passou a mostra seu arrependimento em relação ao MJ e muitas declarações veio à tona. No showfuneral ele compareceu vestido com trajes que lembravam o cantor, Link: http://www.tmz.com/2009/06/25/corey-feldman-michael-jackson/5/.

No tributo Forever Michal Jackson Memorial que aconteceu sábado, 26/06/10 ele aproveitou para pedir desculpas para Michael Jackson e dizer que o ama e que ele foi seu ídolo.

Link: Corey sempre se mostrou uma pessoa imatura e rancorosa ao ponto de prejudicar os outros só por vingança.

A meu ver, MJ era um amigo e não uma babá para ficar com ele 24 horas.

O MJ se fez presente quando pode, mas nem sempre era possível devido sua carreira e isto Corey nunca entendeu e continuou colocando a culpa onde não tinha pelas suas frustrações pessoais e familiares sobre o MJ.

Corey se mostrou muito egoísta e por ai vemos como as pessoas só pensam em si mesma e esquecem das pessoas envolta. 

Então, não deixe para amanhã o que pode ser resolvido hoje, pense nisto!

Abs.

Lyllyan