Olá,

Jermaine Jackson, apareceu no Live da CNN Larry King para falar de seu irmão em 25 de junho de 2010, o aniversário de um ano da morte do ícone pop. No ano desde que Michael Jackson morreu aos 50 anos de idade, em 25 de junho de 2009, houve rumores de todos os tipos sobre o que realmente aconteceu. Desde o primeiro dia, a família Jackson fez alegações surpreendente.

Jermaine Jackson falou sobre o polêmico comentário de seu pai sobre a Katherine Jackson não estava atenta o suficiente e as acusações contra o Dr. Conrad Murray, que administrou o anestésico que casou a parada cardíaca de MJ. Joe Jackson fez recentemente uma declaração de que Katherine Jackson deveria ter sido uma mãe mais atenta.
Larry King pediu comentários de Jermaine sobre a declaração polêmica .

Parte 01:

(a qualidade do som dos vídeo não é boa, aumente bem o volume para poder ouvir)

Jermaine Jackson disse: “Você sabe, Larry, toda pessoa  toma com quer o contexto… Eu acho que meu pai, meu, disse, meu pai disse porque minha mãe – Michael – minha mãe era muito, mas muito próxima dele. E ela poderia  dizer e fazer coisas antes de meu pai e antes de qualquer um de nós , portanto, o fato de que ele disse que minha mãe deveria ter feito – uma mãe teria feito isto.” (Nossa, como Jermaine gaguejou para responder esta pergunta…)

“Mas a verdade é que estavámos todos muito ocupados em tentar derrubar esse muro, que foi criado – ao redor de Michael . Existiam pessoas do outro lado que não queriam nós lá.”

“E é isso que ele quis dizer, quebrando essa barreira ou tentando. Ela deveria ter sido mais atenta para tentar passar na barreira, porque ele sabia que ela tinha uma passagem – a qualquer momento. Não passou,  mas apenas uma OK , só passando por isso. Foi difícil. Muito difícil. ”

Parte 02:

Jermaine Jackson concordou com que Joe Jackson ainda tem muita dor de Michael, dizendo: “Sim, ele ainda está de luto, sim. “

King, em seguida, perguntado sobre as declarações que Janet Jackson fez sobre Michael ter um problema com drogas. Janet Jackson disse que a família Jackson tentou várias intervenções no que diz respeito ao problema com drogas. King , como se a família poderia ter feito mais.

Jermaine Jackson disse que não estava sempre lá para as tentativas de intervenção, reconhecendo que ele não estava em todas. Jermaine disse, que as coisas está sendo dita “Nós todos dizemos que ( nós poderíamos ter feito mais ), após o fato, mas algumas das tentativas de intervenção, eu não estava lá. …. Eu estava fora do país. Mas eu tinha ouvido falar delas, mas Michael nunca , nunca, nunca tiraria a sua própria vida, e eu – se Michael estivesse sentado aqui agora, e nós estaríamos dizendo para ele, Michael, você não estará aqui , e seus filhos vão ficar órfão, ele diria: oh , não, isso nunca iria acontecer.”

Parte 03

“E o fato é que apareceram tantos ridículos e o Dr. Klein e todos esses idiotas que estam dizendo essas coisas horríveis, agora que ele não está aqui. Eu sou muito contra isso.”

“Michael amava a vida. Ele era o tipo de pessoa que via uma mosca na sala, ele não iria esmagá-lo contra a parede. Ele iria colocá-la la fora. Ele abriria a porta para deixá-la voar para fora. Ele amava a preservação da vida e a vida dos outros. Por que ele iria tirar a própria vida?”

Doutor Conrad Murray é acusado de homicídio involuntário. King perguntou se Jermaine Jackson vai comparecer a julgamento previsto para agosto de 2010.

Jermaine respondeu que ele estaria lá para apoiar a família , dizendo: “Sim”. Sim. Eu estarei lá para apoiar. Tenho que manter minha mãe forte, meu pai e a família. E manter-me”

Parte 04

King perguntou como Jermaine sentiu sobre Murray e o fato de o juiz permitir que o médico a manter sua licença médica .

Jermaine Jackson respondeu: “Você sabe , Larry, não é mesmo importante saber se ele mantém a sua licença ou que tomem a sua licença a distância. A linha inferior é que Michael não está aqui. O que ele administrou em Michael deveria ter sido em um hospital e ele não agiu sozinho.”

Jermaine Jackson, a alusão da familia Jackson de que a morte de Michael Jackson foi o resultado de uma teoria da conspiração, dizendo: Eu sinto por tudo, eu, Randy, Latoya, todos nós sentimos que ele é um bode expiatório. E sabendo como tudo isso funcionaou, e sabendo que é mais além do que apenas o médico, e ele está lá. E se você apertá-lo forte o suficiente, ele vai falar toda a verdade. “

Parte 05

Preparativos para entrevista, clique aqui:

Pergunta: Eles estão esperando o que para espremer o Dr. Conrad Murray como laranja para ver que suco sai? Tem coisas que eu não entendo!

Abs.

Lyllyan

Fonte: Examiner