Olá,

Fiquem de olho!

Depois de passar três semanas bebendo um diet shake para perder peso, a inglesa Alison Bartup, de 51 anos, não conseguiu enteder porque não tinha perdido absolutamente nada quando subiu na balança.

Mas foi após muita irritação que ela descobriu que o shake Tesco Ultra-Slim tinha quase o dobro das calorias indicadas na embalagem.

“Eu pensei que tinha feito um regime errado, mas depois passei a desconfiar do produto”, explicou Alison ao Daily Mail. Durante as três semanas, a inglesa garante ter religiosamente substituído duas refeições regulares com a dosagem de shake indicada no rótulo.



Com o mesmo peso de antes de começar a dieta, Alison decidiu recorrer ao programa televisivo Watchdog, da rede BBC, que analisou o shake Tesco Ultra-Slim e constatou o erro. Apesar da embalagem indicar 135 calorias por porção, o produto tem 75 a mais. Ou seja, cada porção contém 205 calorias.

Sendo assim, ao beber duas doses diárias, a cliente ingeriu um extra de 140 calorias por dia, o equivalente a uma lata de Coca-Cola. Já em uma semana, ela ingeriu um extra de 980 calorias, o equivalente a dois Big Mac’s.

A Tesco admitiu o erro e pediu desculpas aos clientes nesta quarta-feira (19), mas não retirou o produto de circulação. “Eu estou chateada com tudo isso, mas o que mais me irrita é ver que o produto continua sendo vendido”, lamentou Alison, que mora em Stockport, no norte da Inglaterra.

Moral da história: o shake dietético passou a ser vendido com a informação nutricional correta, mas parece ser [segundo o caso de Alison] uma farsa quando o assunto é perder peso.

E olha que deve ter muitos produtos “gato por lebre” nas prateleiras dos supermercados…

Abs.

Lyllyan

Fonte: Vírgula