Olá,

TMZ conseguiu a defesa do Dr. Murray, referente a dose fatal que ele aplicou em Michael Jackson…(Só eles conseguem tudo…) 

De acordo com as fontes ligadas a defesa, a estratégia é a seguinte: 

– Por volta das 10h50, o Dr. Murray deu a MJ 25 mg de Propofol de um frasco de 20 ml – que apenas aproximadamente 1/8 da frasco.

 – O Dr. Murray está dose mantém alguém dormindo por apenas 5 a 10 minutos, mas o Propofol, juntamente com o Ativan e Versado que já estava no sistema de MJ, tem  um efeito sinérgico que colocou Micheal Jackson para dormir por um longo período de tempo. 

Para a próxima hora, o Dr. Murray ficou no quarto e ficou ao telefone por muito tempo. Dr. Murray não saiu do quarto para fazer as chamadas, pois gostava de acompanhar as atividades no quarto de MJ, regularmente dormindo com as luzes acesas e a TV ligada passando desenhos. 

– Por volta do meio-dia, o Dr. Murray saiu do quarto por cerca de 02(dois) minutos para ir ao banheiro. Enquanto ele foi ao banheiro, a defesa acredita que MJ, de repente acordou e continou frustado, ele havia perdido cerca de 9 horas tentando em vão dormir. A teoria da defesa diz que MJ pegou o frasco de 20 ml de Propofol e auto-injetou o conteúdo restante através do EV, causando uma overdose massiva que parou seu coração. 

– Dr. Murray voltou no quarto e viu Jackson com os olhos abertos e com as pupilas dilatadas. Dr. Murray largou o telefone (ele estava falando com a namorada dele) e começou a administrar o CPR.

A defesa vai argumentar Michael Jackson era viciado em Propofol já um longo tempo – algo que o TMZ relatou primeiramente logo após a morte do cantor. Uma fonte disse que MJ gostava da sensação do Propofol ser administrado por endovenosa  acrescentando: “Michael gostava de injetá-la.”

L. County Coroner A. investigador, tirou uma foto do quarto, onde mostra um frasco de Propofol vazio no chão, debaixo da cabeceira de cama de MJ. A defesa vai argumentar que MJ pegou o frasco da cabeceira, injetou-se e, em seguida, deixou o frasco cair. 

Lembre-se, que a Justiça considera que o Dr. Murray escondeu os frascos de Propofol momentos antes dos paramédicos chegarem. A defesa vai argumentar que, se o Dr. Murray realmente escondeu os frascos ele teria escondido  que ficou na cabeceira da cama que causou a morte de MJ.

 O Advogado do Dr. Muray, Ed Chernoff, não foi encontrado para comentar sobre a defesa.

Este TMZ é terrível, tem acesso a tudo, os funcionários deles devem trabalhar como pessoas comuns em outros lugares e menos no jornal. 

Pela defesa o MJ se suicidou injetando mais Propofol.  Ah, é?! Lembrei, morto não fala…

Como é que uma pessoa acorda depois de ter recebido anestésico e  nem tonta fica? Porque este medicamento quando aplicando ao acordar a pessoa fica tonta até despertar por completo, mas MJ forte do jeito que é, afinal tomava mais 50 comprimidos de XANAX por noite, acordou “bala” e foi lá mais Propofol na veia …Ai, Meu Deus do Céu! 

Amanhã promete! Rsss

Abs.

 Lyllyan

Fonte: TMZ