Olá,

O escritório da Procuradoria Geral da Califórnia através do Procurador Jerry Brown quer suspender a licença das atividades e/ou de clinicar do Conrad Murray durante sua liberdade para responder a acusação de homicídio involuntário.

A Associated Press (AP) relata que o escritório entrou com um pedido formal para suspender a licença de Murray até que o caso criminal contra o médico seja concluído, embora a agência não te, informçãos de quando o processo será finalizado.

A Procuradoria diz que a conduta do Dr. Murray é condenável.

O pedido foi apresentado em nome do Conselho de Medicina da Califórnia contra o médico antes mesmo que chegue o dia 05/04/10.

 Hoje o Dr. Murray não tem mais licença para receitar e nem aplicar anestésicos, e tem se declaado inocente e negou qualquer irregularidade relacionada com a morte de Michael Jackson. (Mas não tem mesmo, alguém morreu? Alguém viu o corpo?)

Advogado do Dr. Murray, Ed Chernoff disse a AP que este pedido é desnecessário, pois poderá trazer impactos negativos na carreira de seu cliente demonstrando incapacidade do mesmo em clinicar nos Texas e em Nevada.

Abs.

Lyllyan

Fonte: ETOnline