Olá,

O Michael Jackson sempre sofreu boicotes, censuras, perseguições, processos, julgamentos… Ah, novidade!

Mas graças ao seu talento, genialidade e muita fé, ele conseguiu vencer todos os obstáculos e dar a volta por cima, e claro nós fãs fazemos parte desta vitória dele.

A cada lançamento de um clipe, era tão preocupante e sufocante como lançar um álbum, porque dependendo do contexto e a interpretação, o MJ sabia que iria enfrentar algumas pedras no caminho, com alegações do tipo  envolve religião, outra porque atacava o governo dos USA, porque se referia ao povo X, noutra por incentivava a violência, depois porque a linguagem era demais para época, por preconceito dentre outras…

Vamos lá:

THRILLER (1982 – THRILLER): Um sucesso sem concorrentes, mas por questões religiosas na crença ao oculto, houve muitas brigas e quase tudo isto foi para o lixo. Já pensou o que iríamos perder?! Até que finalmente o clipe foi lançado com uma declaração obrigatória no início “Em respeito às minhas fortes convicções pessoais, esclareço que esse filme não promove de maneira alguma a crença em fenômenos ocultos. Michael Jackson”.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=p_MuUcxHATo

BILLIE JEAN (1983 – THRILLER): Muitos até hoje não entende o clipe e nem a música, mas uma breve explicação “Billie Jean” é um relato de um homem que é perseguido por uma mulher que diz que ele é o pai de seu filho. Na canção MJ tenta desmentir a mulher e ao mesmo tempo fica em dúvidas se realmente é o pai da criança. Em sua auto-biografia, Moonwalk, ele diz que a história foi inspirada nas groupos que perseguiam seus irmãos, com falsas histórias… No video, MJ é perseguido por um paparazzo que tenta flagrá-lo, mas mesmo quando consegue a imagem não se concretiza nas fotos. Jackson caminha pelas ruas e por onde passa, o local de ilumina e muda, como se ele fosse um ser mágico… Mas uma vez viram este clipe como um preconceito, ligagem avançada demais para a época, a música chegou ao primeiro lugar e ganhou vários prêmios.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=pH9UleDgI6o

 

BEAT IT (1982 – THRILLER):  visto como preconceito racial, diferença de classes, estimulos a violencia, e ainda mais contando com a participação de membros de gangues de verdade, sendo que era justamente ao contrário a mensagem do clipe e música. Após o lançamento se tornou um “hino” anti gangues e chegou ao primeiro lugar e mais uma vez vários prêmios.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=ujSNS2VH3Jw

BLACK OR WHITE (1991 – DANGEROUS): Após o lançamento em 27 países,  o Brasil como um deles, os 04 minutos finais do clipe gerou controvérisa, mostrando o MJ quebrando vitrines das lojas, destruindo carro com pé de cabra, quebrando garrafas, passando a mão em suas partes intimas, rasgando a blusa, subindo o zimper. A reação foi tão imediata que o segmento considerou violento demais.  E mais uma vez o MJ veio a público justificar o porque e foi obrigado a retirar a parte final.

“Entristece-me pensar que ‘Black Or White’ poderia influenciar qualquer criança ou adulto a ter um comportamento destrutivo. E sempre tentei ser um bom exemplo e, portanto, fiz estas mudanças para evitar qualquer possibilidade de, inadvertidamente, afetar o comportamento de qualquer indivíduo. Michael Jackson”

“Vou confessar algo, no dia do lançamento deste vídeo, eu fiquei encantada com mais um clipe sensacional  e os participantes se transformando um nos outros, nossa incrível, e ai como sempre gosto de imitar o MJ e neste vídeo não prestou, imitando os participantes virando o pescoço, me deu um torcecolo tão forte que tive colocar a pescoceira… Isto é efeito fã de MJ…rsssssssss”.

 Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=J3mwfISsvnI

EARTH SONG (1995 – HISTORY): Neste vídeo, além de ser gravado no Brasil, o MJ tratou abertamente dos problemas ambientais causados pelos homens, através da poluição, matança dos animais, o mau uso dos recursos naturais. Como o USA é um dos maiores países poluidores do mundo, o clipe foi impedido de ser lançado lá. Como isto o clipe foi lançada somente na Europa, Reino Unido, Áustria, Bélgica, Noruega, Suécia, Suíça e Espanha. Depois ‘disseram’ que apenas não lançaram no USA, porque preferiram lançar 1º na Europa. Aham!

Conheça os 07(sete) figurantes Paraenses, que vivem no centro de Belém, todos com descedências indígenas de tribos da Amazônia que participaram do clipe. Ai que sorte! Vídeo com os figurantes:

 Vídeo da música: http://www.youtube.com/watch?v=VqeADZgjtpY

THEY DON’T REALLY CARE ABOUT US (1996 – HISTORY): Este clipe e a música não foram diferentes. A letra original foi censurada porque continha duas palavras “Jew me” e “Kike me” uma ofensa aos Judeus…

INVINCIBLE (2001 -ÁLBUM):  De todos os boicotes, este foi o pior de todos, a Dna. Sony boicotou o álbum inteiro.

Você poderá ler toda a história em outro post feito por mim, conforme link abaixo:

Link: https://newspressrelease.wordpress.com/2010/02/05/saiba-porque-o-cd-this-is-it-so-tem-os-maiores-sucessos-antigos/

 Agora me digam? Michael Jackson não é um vencedor nato?

Que orgulho que eu tenho de ser sua fã.

 Lyllyan 

Fonte: Wikipedia,  You Tube, UOL, Estadão, Folha e sites internacionais.